Poema – O Inferno Fica Aqui Ao Lado

Conheceram-se quando eram crianças
Apaixonaram-se
Namoraram
Casaram

Nunca tiveram filhos
Nunca tiveram cães
Nunca tiveram gatos
O amor entre eles era suficiente.

Ele tinha 50 anos
Ela tinha 55
Ele tinha cancro
Ela tinha alzheimer

O cancro dele era na boca
As operações destruíram-lhe o maxilar
E o seu lado esquerdo da cara estava preso por fios

Chegava a casa do trabalho e tinha de cozinhar
Dar de comer à sua esposa que estava agora vegetativa
Dar-lhe banho e ir deitá-la.

Na quinta regressou ao hospital, para mais uma consulta
O cancro tinha regressado, desta vez, já tinha apanhado a garganta
Sugeriram operação, apesar de as hipóteses de sucesso serem pequenas.

Ele chegou a casa, e foi para o quarto
Esteve lá duas horas, sem sair
Quando saiu, foi directo para a sala
Na mão levava um revólver

Beijou a mulher, disse que a amava
Encostou-lhe a arma à têmpora
E premiu o gatilho

De seguida
Sentou-se ao lado dela
E suicidou-se

Dois anos passaram deste então
Um novo casal mudou-se para o apartamento
Agora remodelado

Ele é engenheiro
Ela é bailarina

Não têm filhos
Não têm cães
Não têm gatos

Amam-se muito, e isso para já é suficiente.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s