Top 10 – Filmes + antecipados para 2017

Com o início de mais um ano, inicia-se novamente o calendário de estreias, e no meio de tantas, apesar de haver sempre alterações, é já possível começar a seleccionar aqueles que estamos mais ansiosos para ver.

É com isso em mente que apresento aqui o meu top 10 dos filmes que estou mais ansioso para ver, e daqueles que espero que sejam realmente filmes com qualidade que nos tornem possível olhar para trás no final do ano e encará-los com um sorriso.

Começo, no entanto por dar uma lista prévia de 5 menções honrosas.
São filmes que apesar de não entrarem no meu top 10, continuo a querer ver, apenas não tanto como os restantes.

Esta lista das menções honrosas é dada sem qualquer tipo de ordem ou hierarquia.

 

Thor Ragnarok

thor_ragnarok_updated_logoOs anteriores filmes do Thor deixaram sempre algo a desejar. Apesar de Chris Hemsworth ser o casting ideal, e Loki ser o único vilão decente que a Marvel conseguiu constuir, há sempre algo que parece ficar a faltar.
No primeiro foi a espectacularidade de uma terceira parte épica e digna, no segundo foi um argumento com qualidade e coerência.
Algo que julgo que será corrigido neste terceiro filme.
A juntarem-se a Thor e Loki, teremos também Hulk e Doctor Strange.

Kong: Skull Island

thor_ragnarok_updated_logoSem querer tirar nada ao filme King Kong de 2005, realizado por Peter Jackson, estou mais curioso e ansioso por a história que temos aqui.
O de 2005 foi um filme com grande carga e significado emocional, que tem efeitos especiais espectaculares ao mesmo tempo que oferece uma crítica à sociedade e ao ser humano. Contudo, era uma história que todos sabíamos como ia acabar: Com a morte de Kong.
“It was beauty who killed the beast.”

Mas este Kong, é suposto fazer parte de um universo comum que eles estão a criar, e irá eventualmente entrar num filme com Godzilla. Ou seja, é uma história nova, em que não fazemos a mínima ideia de como vai acabar ou de como se vai desenrolar.
O trailer que já saiu deu uma vie muito interessante, reminiscente de Apocalypse Now. E com um elenco constituído por John Goodman, Samuel L. Jackson, John C. Riley, Brie Larson, Toby Kebbell e Tom Hidleston, tem motivos para ser antecipado.

Justice League

thor_ragnarok_updated_logo
Considerando o que representa, e aquilo que irá conter, é obrigatoriamente um filme que terei de ver. E para muitos será um choque não estar no top 10, mas a verdade é que os filmes da DC têm deixado muito a desejar e têm-me desapontado muito, por isso tive de dar prioridade a filmes para os quais tenho mais expectativa no que toca a qualidade.

King Arthur: Legend Of The Sword

thor_ragnarok_updated_logo
Charlie Hunnam a enfrentar Jude Law, numa nova interpretação da história de Rei Artur, realizada por Guy Ritchie? Estou lá.
Adoro os filmes de Guy Ritchie, e apesar de ter um período mais em baixo, desde que se divorciou de Maddona parece ter voltado a reencontrar-se e tem estado novamente a criar material de qualidade.
Ao fim de ver o seu último filme, o desvalorizado Men From Uncle, estou muito ansioso pelo seu próximo trabalho.
O único motivo pelo qual este filme não vai directamente para o top 10, deve-se ao trailer que lançou. É um trailer que me deixou um pouco confuso e reticente em relação ao género de filme que vai ser…e assim sendo, opto por colocar outro na lista, e guardar algumas reservas em relação a este.

War On Everyone

thor_ragnarok_updated_logoMichael Peña têm-me surpreendido muito com o seu talento, especialmente o humorístico, e Alexander Skarsgard é alguém que continuo a achar que tem talento, apesar de ainda não ter tido grande oportunidade para o mostrar. Espero que seja este o filme que mude isso.
Aqui interpretam dois polícias corruptos que fazem chantagem com todos os que encontram no seu caminho, até que aparece alguém mais perigoso que eles.
É uma comédia de acção, mas com um humor muito negro e violento. Quero ver.

Agora, com as menções honrosas esclarecidas, vamos então ao meu top 10, para os filmes mais antecipados de 2017:

10. The Belko Experiment

thor_ragnarok_updated_logo
Numa experiência macabra, 80 americanos são trancados dentro de um escritório e ordenados por uma voz misteriosa a matarem-se uns aos outros, caso contrário, ela matará alguém aleatoriamente.
Escrito por James Gunn, o mesmo argumentista e realizador de filmes como Slither e Guardiões da Galáxia, este é um thriller de horror que me interessa muito.
Vejo aqui potencial para se tornar um clássico do género.

9. Dunkirk

thor_ragnarok_updated_logoChristopher Nolan. Tom Hardy. Cillian Murphy. Kenneth Branagh.
Com este realizador e este elenco eu iria ver qualquer coisa. Juntando a isto o facto de Christopher Nolan se afastar do mundo da ficção científica e ir aqui adaptar uma história verídica sobre um grupo de soldados rodeados pelo exército alemão durante uma batalha em plena Guerra Mundial, este será possivelmente um dos melhores filmes do ano.

8. The Dark Tower

thor_ragnarok_updated_logo
Dark Tower é uma saga de Stephen King e que conta com 8 livros.
Devido ao seu tamanho, tem sido algo que já foi abordado várias vezes para adaptação, mas nunca encontraram a forma correcta de o fazer.
De 2007 a 2009 era para ser realizada por J.J. Abrams; de 2010 a 2015 era para ser por Ron Howard, e agora em 2017 será finalmente por Nikolaj Arcel.
O mesmo aconteceu com o elenco, que passou por nomes como Javier Barden e Viggo Mortensen, mais tarde Russell Crowe e Liam Neeson, entre outros. Até ficarmos finalmente com Edris Elba e Matthew McConaughey.
O filme irá ser inspirado pela saga literária, mas irá ser algo independente, uma história à parte, inserida no mesmo mundo. Idris Elba será The Gunslinger, o herói da história que tentará chegar com um rapaz de 11 anos à Dark Tower, de forma a salvar o seu mundo, à medida que são perseguidos por monstros e por um feiticeiro (McConaughey) chamado apenas por Men in Black.
Com um elenco destes, e com a história de base que tem, e Ron Howard ainda como produtor, tenho esperança e grande expectativa para este filme.

7. Blade Runner 2049

thor_ragnarok_updated_logo
Com uma história que se desenrola 30 anos depois do original com Harrison Ford.
A sequela conta (novamente) com Ford, Ryan Gosling, Jared Leto e Dave Bautista.
Juntamos a isso o realizador Dennis Villeneuve, que é um dos melhores realizadores da actualidade, e podemos ter aqui uma sequela em que realmente valha a pena desenterrar uma história tão antiga, já que o original estreou em 1982.
Acredito que haja aqui potencial para melhorar, ou pelo menos manter a qualidade.
Terei de rever o primeiro antes de ver este, já que me lembro de pouco ou nada, mas sem dúvida alguma que há aqui realizador e elenco para criar algo que faça honra aos fãs do primeiro e crie ao mesmo tempo novos seguidores.

6. Spider-Man: Homecoming

Thor_Ragnarok_Updated_Logo.jpg
Finalmente o Spider-Man chegou às mãos da Marvel Studios, mesmo que ainda pertença legalmente à Sony, há aqui potencial para criar algo novo através de um material já tão gasto, e inseri-lo num universo que tem vindo a crescer em qualidade e tamanho desde que começou com o Iron Man em 2008. E parece digno, não só que o filme se chama Homecoming (Bem-vindo a casa), como a personagem que lhe dá as boas vindas é o próprio Iron Man.
O trailer deixou-me satisfeito e com grandes expectativas em relação ao que aí poderá vir. Espero apenas que a presença do Robert Downey Jr. não ofusque a prestação e a personagem de Tom Holland. E seria bom a Marvel não desperdiçar mais um actor de tão grande calibre como Michael Keaton num vilão vazio e sem significância.

5. Splinter Cell

thor_ragnarok_updated_logoEu colocar este filme na lista, é um risco.
Primeiro porque ainda não houve uma única adaptação de um jogo de vídeo com qualidade, a última tentativa do Assassin’s Creed a ser mais uma vez prova disso.
Segundo, porque este é um filme que anda a tentar ser desenvolvido desde 2012 e apesar de tudo apontar que irá sair este ano, ainda não tem realizador nem propriamente um argumento terminado.
Coloco-o aqui por dois motivos.
Primeiro, adoro o jogo. É uma saga fenomenal e um dos poucos casos em que é realmente possível de adaptar. Não é uma história extremamente complicada, é algo simples, é fácil criar um argumento baseado neste jogo e fazer um bom thriller de acção e espionagem.
Segundo, porque o actor associado ao projecto, desde 2012, que é Tom Hardy. E esse é um homem que eu vejo em qualquer coisa, tem um talento enorme e mesmo num filme mais fraco continua a entregar grandes prestações.
Assim, este filme fica à mesma no meu top 10 e só não o coloco mais alto exactamente pela falta de confirmação.

4. Guardians Of The Galaxy Vol. 2

thor_ragnarok_updated_logo
Ao fim da surpresa e do sucesso, crítico e de bilheteira, que foi o Guardians 1, a sequela não é surpresa, nem o ser ela a abrir o ano de estreias para a Marvel.
Baseado em personagens que basicamente ninguém conhecia, James Gunn escreveu e realizou aquele que é um dos melhores filmes da Marvel. Criou o seu universo dentro deste universo, um filme completamente original e diferente de todos os outros, com um ritmo e uma tonalidade só sua.
Algo que já foi imitado várias vezes desde então, especialmente a banda sonora, sem sucesso.
Com o regresso do elenco do original e realizador e o acrescento de novo talento como Kurt Russell e Sylvester Stallone, temos aqui possibilidade de ter algo tão bom com antes, mesmo que não beneficie do elemento surpresa e tenha expectativas maiores sobre si.

3. Free Fire

Thor_Ragnarok_Updated_Logo.jpg
Com um elenco vasto e cheio de talento e produzido por Martin Scorcese, acredito que este filme vá ser uma das grandes surpresas de 2017.
Passando-se num único cenário, um armazém, onde um negócio de venda de armas corre mal e se inicia um tiroteio entre os dois lados, a simplicidade e a forma como parece ter sido feito, é-me tão interessante que já perdi a conta às vezes que vi o trailer.
O humor, com a acção constante e a violência que sabe ser usada nos momentos certos, parece-me estar a criar aqui um clássico ao nível de Snatch. Espero não estar enganado, mas este é sem dúvida um do top 3.

2. John Wick

thor_ragnarok_updated_logo
Qualquer pessoa que tenha visto o primeiro, sabe que este filme teria de estar na lista.
E quem ainda não o viu, saia desta página imediatamente e vá tratar disso.
Keanu Reeves é um dos meus actores preferidos. Para alguns pode ser aborrecido ou incapaz de actuar, mas eu discordo totalmente, acho que a simplicidade e humanidade que ele consegue colocar nos papéis que ataca, algo absolutamente único e talentoso.
John Wick era algo que eu iria ver, só por ter Keanu, mas que alegria que foi para mim o filme revelar ser tão bom e ter sido um sucesso tão grande, tanto com as audiências como com os críticos. A sequela pelos trailers parece ter aumentado em tudo aquilo que tornou o primeiro num sucesso tão grande e mal posso esperar para o ver.
Keanu é um óptimo actor, mas na acção ele brilha, desde o Matrix que nunca vi ninguém a lutar daquela forma, e até no Man Of Tai Chi (um filme mais fraco mas bem conseguido tendo em conta que era a sua primeira realização) a cena de acção final em que ele participa é absolutamente majestosa e fluída.
Juntamos a um actor com talento a estreia de realização de Chad Stahelski e David Leitch, os coreógrafos das lutas e duplos do Matrix e tivemos a fórmula para um clássico de acção.
De regresso está apenas Chad, com David a passar para produtor, mas assumo que a magia continue lá.
E o universo de John Wick é absolutamente cativante e interessante, com espaço para uma franchise e os seus próprios spin-offs.

1. Logan

Thor_Ragnarok_Updated_Logo.jpg
Wolverine é a minha personagem de BD preferida, ao lado de Batman.
Hugh Jackman sempre fez um trabalho fenomenal com a personagem, e é notório o amor que ele tem por ela.
Infelizmente, os filmes apenas do Wolverine, deixaram sempre um pouco a desejar. O primeiro, X-Men Origins: Wolverine, foi horrível uma autêntica atrocidade que causou danos não só à personagem como a Deadpool, retratando-o de uma forma tão horrível que foram precisos 11 anos para Ryan Reynolds conseguir levar ao ecrã a adaptação correcta e que tanto queria.
O segundo, apenas intitulado The Wolverine, foi melhor, especialmente a versão de realizador. Contudo, ao fim de um início e desenvolvimento calmo e interessante, estragou tudo com um terceiro acto sem qualidade nenhuma perdendo tudo aquilo que foi construindo com uma tentativa de reviravolta no argumento e efeitos especiais em exagero. Pecou também pelo excesso de personagens, mas foi um passo na direcção correcta.
Agora, a terceira tentativa parece ser aquela que resultou. Com uma adaptação levemente inspirada pela história do Old Man Logan, e do surgimento da X-23, chega-nos o simplesmente e apropriadamente filme: Logan.
O trailer foi das coisas mais lindas que vi nos últimos tempos, juntando a isso a minha música preferida, a cover da Hurt dos Nine Inch Nails por Johnny Cash, tudo parece estar perfeito.
Ao fim de 17 anos a interpretar Wolverine, tudo aponta para esta ser a última vez que Jackman irá interpretar a icónica personagem.
E e apesar de isso destruir qualquer fã, por ser impossível pensar noutro actor a interpretar este papel, é perfeitamente compreensível que aos  48 anos de idade o desgaste físico e a preparação que é requerida seja demais para o actor australiano.

Devido a tudo isso, mas especialmente ao tom do filme e ao facto de ser a última vez que veremos Jackman no grande ecrã como Logan, este é sem dúvida o meu filme mais antecipado de 2017.

Anúncios

3 thoughts on “Top 10 – Filmes + antecipados para 2017

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s