A Salvação (2014)

Título Original
The Salvation

Género
Western

Realizador
Kristian Levring

Argumentista
Kristian Levring e Anders Thomas Jensen

Elenco
Mads Mikkelsen, Eva Green, Jeffrey Dean Morgan, Eric Cantona e Mikael Persbrandt


Em 1870, um homem vinga a morte da sua mulher e do seu filho assassinando os responsáveis.
Contudo, isso irá apenas libertar a fúria do líder do grupo a que eles pertenciam.
Quando o resto dos cidadãos o traem, ele é forçado a defender-se sozinho.


O género western hoje em dia é provavelmente um daqueles em que menos realizadores se decidem focar.
O motivo principal será o facto se tornar difícil criar algo de novo, na sua regra geral, andam todos à volta do tema de vingança ou retribuição.

Kristian não vem mudar isso com o seu filme, é essencialmente uma história sobre vingança, e apesar do título ser salvação, isso é apenas um efeito secundário.
Contudo, devido a uma forte prestação de Mikkelsen e um argumento coerente que consegue acertar a maior parte das suas notas, apesar de uma eventual falha aqui e ali, The Salvation é um adição forte ao género.

A par com vingança e retribuição, Kristian consegue ainda colocar subtilmente uma crítica ao capitalismo e à ganância das empresas que não olham a meios para atingirem os seus próprios fins.
A par com o heroísmo de Jon (Mikkelsen) será inevitável não considerar a cobardia de todos os restantes cidadãos, que se decidissem ganhar uma espinha e o mínimo de coragem, poderiam evitar grande parte do sangue que será derramado ao longo da película.
Algo que não é ignorado pela personagem principal, mesmo que ela nunca o diga directamente.

O maior problema deste filme é o CGI.
Para um filme com orçamento tão baixo e efeitos especiais de tão fraca qualidade, deveriam ter-se apoiado mais em efeitos práticos e sets reais.

A aldeia em si foi construída para as filmagens, mas devido a gravarem o filme na África do Sul, recorrem a CGI em muitas ocasiões para tentar dar um aspecto mais americano ao ambiente.
Devido a isso, quando estamos a ver certos wide-shots e notamos uma presença tão grande de efeitos, somos forçados a desligarmos-nos um pouco da história e de tudo o que está a acontecer.

A cinematografia em si está muito bem capturada, não temos aqueles momentos longos de paisagens ou de viagens a cavalo, como por exemplo em The Magnificent Seven, contudo oferecem o suficiente para notar a qualidade e o trabalho que tentaram inserir na curta duração do filme.

Como já mencionei antes, Mikkelsen é o grande trunfo da película.
Numa história tão violenta e pessoal, a sua prestação destaca-se acima de qualquer outra. Relembra os grandes heróis western de outrora, sem grandes falas e qualquer tipo de hesitação, é alguém que sabe o que tem a fazer e como o fazer.
Na sua maioria é alguém que interpreta vilões, e fá-lo fenomenalmente, mas somos aqui relembrados de que é capaz de carregar um filme sozinho e que talvez merecesse mais oportunidades de o fazer.

O elenco secundário oferece prestações decentes de Green, Morgan e Persbrandt, contudo acho que se o filme fosse um pouco mais longo, estas personagens poderiam ter sido mais desenvolvidas e dar mais tempo de ecrã a estes actores, que são remetidos para papéis muito mínimos.


Veredicto Final: 7/10

Kristian realiza aqui um filme intenso e poderoso, que apesar de não reinventar a roda, oferece o suficiente para ser um forte adição ao género de western.
Com um argumento simples mas cativante e uma impressionante actuação de Mikkelsen, The Salvation é uma história de vingança e retribuição, conseguindo também inserir uma crítica ao capitalismo e à ganância.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s