Notícias #19

Joe Manganiello partilha uma nova imagem de Deathstroke

Antes de mais, SPOILER ALERT para quem não quiser que eu estrague aqui uma das cenas pós-créditos do último filme da DCEU: Justice League.

Houveram duas cenas pós-créditos no filme Justice League, e enquanto uma delas terá sido obra do Whedon, com a simples intenção de aliviar ainda mais aquele mundo e mostrar o quão diferente e animado é esta sua nova versão do Super-Man, a outra é diferente, e é algo que prepara o futuro da DC.

Essa cena envolve Lex Luthor (Jesse Eisenberg) no seu iate, ao fim de fugir da prisão, a encontrar-se com Deathstroke (Joe Manganiello).
Luthor propõe que eles se juntem e criem a sua própria liga com outros vilões, para poderem derrotar a recentemente criada Justice League.

Devido a umas filmagens que tinham sido publicadas por Ben Affleck há algum tempo atrás, já sabíamos que Deathstroke estava nos planos, só não sabíamos quando.
E apesar de inicialmente o plano ser que ele aparecesse no novo filme do Batman isso neste momento não é certo, visto que o argumento inicialmente escrito por Ben Affleck foi cancelado e neste momento nem sabemos se ele irá aparecer no filme como Bruce Wayne/Batman ou se será outro actor a fazê-lo.
Ainda assim, Deathstroke é um vilão/anti-herói extremamente cativante, um lutador ao nível de Batman e um dos melhores assassinos do mundo, estou ansioso para ver como será retratado neste universo cinematográfico.

Outro rumor, e sem dúvida o mais interessante, será o possível plano da personagem ter o seu próprio filme, realizado por Gareth Evans, o mesmo realizador do fenomenal The Raid.
Um filme R-Rated de Deathstroke realizado por Gareth Evans tem um potencial extremamente grande, e poderá muito bem ser um dos trunfos que a DC tanto precisa neste momento, especialmente se considerarmos o  pobre desempenho de bilheteira que a Justice League está a ter.

deathstroke-joe-manganiello-image

Em relação à imagem em si, não gostei muito.

É verdade que na versão animada ele tem o cabelo branco, mas no filme não traduz tão bem, fica um pouco ridículo e falso. Joe já tem a barba naturalmente grisalha, se lhe pintassem umas linhas brancas no cabelo, seria algo que continuaria fiel à personagem e ficaria muito melhor.
O fato acaba por também não ser bem o que esperava, apesar de estar um pouco melhor que o da série Arrow, continua com um aspecto barato e, honestamente, foleiro.

É um aspecto que grita mais cosplay do que Slade Wilson.


Novo trailer para a quarta temporada de Black Mirror

Eu nunca fiz aqui uma crítica à série Black Mirror, mas é algo que recomendo vivamente que todos comecem a ver.

É uma série difícil de criticar porque todos os episódios são histórias independentes com actores, personagens e realizadores diferentes, e assim, para lhe fazer justiça teria de ser uma crítica por episódio, o que seria um processo demasiado longo e existem outras coisas de que prefiro falar.

A série começou na BBC mas agora vive na Netflix, onde o seu criador, Charlie Brooker, teve hipótese de dar asas à sua imaginação e conseguiu criar os melhores episódios da série, e talvez da televisão em geral. San Junipero é um autêntico clássico.

A essência daquilo que a série faz é retratar os aspectos negativos que a evolução tecnológica tem no mundo, criando cenários irreais para a nossa actualidade, mas horrivelmente possíveis para um futuro talvez demasiado breve.

A série regressa em 2018 para a sua quarta temporada e lançou recentemente o trailer para o episódio Arkangel, realizado por Jodie Foster:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s