Crítica – The Orville: 1ª Temporada (2017)

Título Original
The Orville

Género
Aventura, Comédia, Drama

Duração
44 minutos (por episódio)

Criador
Seth MacFarlane

Elenco
Seth MacFarlane, Adrianne Palicki, Penny Johnson Jerald, Scott Grimes e Peter Macon

Sinopse
Segue a equipa, um pouco disfuncional, de uma nave espacial de exploração pertencente ao sistema interestelar da terra, 400 anos no futuro.


No mínimo é preciso admirar a vontade de MacFarlane tentar algo de diferente.

The Orville é uma série extremamente simpática e com boas intenções, ainda que corra o risco de desapontar muitos dos fãs de MacFarlane.

A série não é aquilo que os seus fãs esperam do seu tipo de humor, e de certa forma, também não é aquilo que o trailer promete.
The Orville é uma série dramática com elementos cómicos, mas no seu núcleo vive da relação entre as personagens e das várias críticas sociais, políticas ou apenas filosóficas que decide inserir em cada um dos seus episódios.

Também não é exactamente o que eu esperava do criador do Family Guy, mas ao fim de ajustar as minhas expectativas, consegui desfrutar daquilo que ele aqui pretende fornecer.
E apesar das críticas negativas, é bom ver que os fãs conseguiram fazer o mesmo e desfrutar do produto de um criador que correu um risco e tenta, pela primeira vez na sua carreira, fornecer algo de diferente do habitual.

A inspiração que esta série vai buscar à de Star Trek é tanta que a dada altura questiono-me da legalidade de tudo isto.

Eu compreendo fazer uma homenagem ou um tributo, mas aqui isso é levado a limites de plágio.
Roupas, maquilhagem, efeitos técnicos, personagens e até a própria premissa da série é algo que já vimos várias vezes em Star Trek, inclusive as próprias críticas sociais que tentam colocar nos seus episódios.

Contudo, isso tornou-se um ponto positivo para o sucesso da série, já que muitos fãs de Star Trek viraram-se para ela devido à nostalgia e fan-service que ela acaba por oferecer.

A premissa da série é simples, contudo, os seus episódios conseguem ser desenvolvidos de forma relevante e com relativa inteligência.
São previsíveis no rumo que tomam e até mesmo na sua conclusão, mas dou valor a uma série que tenta ser mais do que seria de esperar.

Como disse, o humor não é o tema principal, mas fora algumas excepções, a sintonia que é feita entre o drama, humor, e até mesmo a acção, consegue ser, em grande parte, bem sucedida e coerente.

Os efeitos especiais, sendo uma série televisiva com orçamento mais limitado, são um pouco mais fracos, mas ainda assim fazem um trabalho decente para aquilo que é necessário.
Já os efeitos técnicos têm uma qualidade superior, e há vários trabalhos de caracterização com bastante qualidade e mérito.

A primeira temporada tem algumas falhas inevitáveis, e as personagens demoram a crescer e a desenvolver qualquer tipo de ligação com o público.
Ainda assim, fiquei curioso para o que poderão fazer numa segunda temporada, agora mais seguros do rumo que querem tomar.

O elenco é, na sua maioria, pouco talentoso, mas vemos crescimento ao longo da temporada, o que dá alguma esperança.
MacFarlane tem aqui um trabalho como actor superior a tentativas anteriores, e numa série que exige mais de si a nível dramático, tem uma boa oportunidade para afinar e desenvolver as suas capacidades.

Existem vários cameos de celebridades mais relevantes ao longo da temporada, o que também se torna uma surpresa agradável.

VEREDICTO FINAL
✭✭✭✭✭✭
(6/10 )

Não é nada de novo, mas é algo que neste momento dificilmente se encontra noutro lado.

É uma série simpática e agradável, que consegue oferecer humor e drama em doses relativamente bem equilibradas.

Existem muitos aspectos a melhorar mas demonstram progresso ao longo dos episódios. MacFarlane tenta aqui algo de novo, e apesar de não ser o sucesso que podia esperar logo de início, também não é nenhum falhanço e fico com esperança para uma segunda temporada superior.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s